Eu não Quero Crescer!

 
Recomendo vocês ouvirem a música! Pitty diva

Sabe aquela sensação de nostalgia? Pois é, estou com ela!
Depois que fiz quinze anos (cadê 15 anos?), muitas pessoas me disseram para aproveitar bem, porque depois dos quinze a vida passa voando. Isso não é uma coisa boa, na verdade gostaria que a vida parasse aos 18, talvez pela independência, não que eu tenha aquela ideia imatura de ser uma garota de dezoito anos com uma bebida na mão com um grupo de amigos em um carro preto andando sem rumo por aí.
Meus planos mudaram bastante ultimamente.Ser independente, tomar atitudes sem ter que ter que ter a permissão de ninguém. Em questão de maturidade acho que ao contrario que muitas pessoas acham, ela não é diretamente proporcional a idade.
A idade está sim muitas vezes relacionada a experiência, tem uma frase que eu gosto que diz “Nós não precisamos errar para acertamos”. Ou seja, com erros dos outros, podemos tirar conclusões para nós mesmos, sempre fiz isso -ou melhor, a vida me fez fazer isso. Talvez por isso seja matura, mas não experiente. Enfim, acho que vou começar a cortar as asas do tempo, para que ele não passe voando por mim.