O tão aguardado 16 ...


Em um ano muitas coisas mudam, tanto para o bem, tanto para o mal. Nunca é fácil aceitar, principalmente quando o que está ficando para trás é uma parte dos nossos sonhos, ou dos nossos melhores momentos.
Mas viver e amadurecer é justamente isso, transformar momentos em histórias, e deixá-las guardadas em nossa memória e principalmente no coração. Para que sempre que preciso, tiremos algo de bom de tudo que passou.
Posso dizer que meus 365 dias com 15 anos anos foram de extrema descoberta. Mundo a fora, e mundo a dentro.
Mas a minha maior descoberta foi feita aqui mesmo, nessa mesa em frente a essa tela. Escrevi alguns textos para chegar a uma parte de mim mesma, que até então, era  confusa e desconhecida. Acabei transformando meus sentimentos mais profundos e guardados à sete chaves em palavras pra depois quando eu as leia, as entenda. Tudo o que sinto, já senti ou quero um dia sentir.
Através dessas histórias inventadas e mal contadas, sem começo ou final, deixei os meus medos, angustias e segredos. Para que apenas quem realmente me sente, consiga entender. Ou não.
Acabei criando um mundo que até então era só pra mim, mais que depois de um tempo ganhou novos abitantes, que hoje são essências pra mim! Obrigada a vocês por serem os principais abitantes nesse meu mundo um tanto que louco.
Talvez essa seja a minha maneira de “virar a página”. Se é assim, acabei de fazer isso mais uma vez.
Minhas velinhas estão acesas para que os desejos e sonhos sejam soprados. E que estes nunca se apaguem, bem como a nossa juventude.
Tchau 15, você foi incrível, mas eu não vejo a hora de me aventurar nos 16.

Parabéns pra mim que amanhã (30/06) completo mais um ano de vida.